NOSSA MISSÃO

A Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Palmeira das Missões Ministério de Madureira, tem a missão de fazer a diferença no Reino de Deus em Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul, no Brasil e em outros países do mundo. Pois Nossos objetivos nos levam a sermos uma igreja alicerçada na Palavra de Deus, primando pela salvação das almas, levando o evangelho a toda a criatura, fazendo sempre a vontade de Deus, reconhecendo que o Senhor Jesus Cristo é o Senhor e Salvador de todos nós, para que os homens sejam servos, obedientes e bons dispenseiros da multiforme graça do Senhor. Ministério de Madureira uma igreja feliz! Ministério Anunciação Profética-http://prjoaoamilton.blogspot.com - Contatos: 55.9998.3905, 55.84278599 e 55.9915.8554.

IEADEMMAD

IEADEMMAD
IEADEMMAD

CONAMAD - CONEMAD/RS - CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES - MINISTÉRIO DE MADUREIRA

CONAMAD - CONEMAD/RS - CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES - MINISTÉRIO DE MADUREIRA
NAÇÃO MADUREIRA - MINISTÉRIO DE MADUREIRA - UMA IGREJA FELIZ!

sábado, 14 de maio de 2011

ADEMMADUREIRA NO RIO GRANDE DO SUL

HISTÓRIA DA ASSEMBLÉIA DE DEUS
MINISTÉRIO DE MADUREIRA

A Assembléia de Deus começou no Brasil por intermédio dos missionários suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg, que aportaram em Belém, capital do Estado do Pará, em 19 de novembro de 1910, vindos dos Estados Unidos da América. A princípio, freqüentaram a Igreja Baptista, denominação a que ambos pertenciam nos Estados Unidos. Eles traziam a doutrina do batismo no Espírito Santo, com a glossolalia — o falar em línguas estranhas — como a evidência inicial da manifestação para os adeptos do movimento. A manifestação do fenômeno já vinha ocorrendo em várias reuniões de oração nos EUA (e também de forma isolada em outros países), principalmente naquelas que eram conduzidas por Charles Fox Parham, mas teve seu apogeu inicial através de um de seus principais discípulos, um pastor negro leigo, chamado William Joseph Seymour, na Rua Azusa, Los Angeles, no ano de 1906.
A nova doutrina trouxe muitas divergências para a Igreja Batista. Enquanto um grupo aderiu, outro rejeitou. Assim, em duas assembléias distintas, conforme relatam as atas das sessões, os adeptos do pentecostalismo foram desligados dos rol de membros e no dia 18 de junho de 1911, juntamente com os missionários estrangeiros, fundaram uma nova igreja e adotaram o nome de Missão de Fé Apostólica, que já era empregado pelo movimento de Los Angeles, mas sem qualquer vínculo administrativo com William Joseph Seymour. A partir de então, passaram a reunir-se na casa de Celina de Albuquerque, a qual recebeu o batismo no Espírito Santo, sendo a primeira pessoa abençoada por Deus, em território brasileiro com a nova doutrina.
Mais tarde, em 18 de Janeiro de 1918 a nova igreja, por sugestão de Gunnar Vingren, passou a chamar-se Assembléia de Deus, em virtude da fundação das Assembléias de Deus nos Estados Unidos, em 1914, em Hot Springs, Arkansas, mas, outra vez, sem qualquer ligação institucional entre ambas as igrejas.
A Assembléia de Deus no Brasil se expandiu pelo Estado do Pará, alcançou o Amazonas, propagou-se para o Nordeste, principalmente entre as camadas mais pobres da população. Chegou ao Sudeste pelos idos de 1922, através de famílias de retirantes do Pará, que se portavam como instrumentos voluntários para estabelecer a nova denominação aonde quer que chegassem. Nesse ano, a igreja teve início no Rio de Janeiro, no bairro de São Cristóvão, e ganhou impulso com a transferência de Gunnar Vingren, de Belém, PA, em 1924, para a então capital da República. Um fato que marcou a igreja naquele período foi a conversão de Paulo Leivas Macalão, filho de um general, através de um folheto de evangelismo. Foi ele o precursor do assim conhecido Ministério de Madureira, como veremos adiante.
A influência sueca teve forte peso na formação assembleiana brasileira, em razão da nacionalidade de seus fundadores, e graças à igreja pentecostal escandinava, principalmente a Igreja Filadélfia de Estocolmo, que, além de ter assumido nos anos seguintes o sustento de Gunnar Vingren e Daniel Berg, enviou outros missionários para dar suporte aos novos membros em seu papel de fazer crescer a nova Igreja. Desde 1930, quando se realizou um concílio da igreja na cidade de Natal, RN, a Assembléia de Deus no Brasil passou a ter autonomia interna, sendo administrada exclusivamente pelos pastores residentes no Brasil, sem, contudo perder os vínculos fraternais com a igreja na Suécia. A partir de 1936 a igreja passou a ter maior colaboração das Assembléias de Deus dos EUA através dos missionários enviados ao país, os quais se envolveram de forma mais direta com a estruturação teológica da denominação.

ORGANIZAÇÃO DENOMINACIONAL

As Assembléias de Deus estão organizadas em forma de árvore, onde cada Ministério é constituído pela Igreja-Sede com suas respectivas filiadas, congregações e pontos de pregação. O sistema de administração é um misto entre o sistema episcopal e o sistema congregacional, onde os assuntos são previamente tratados pelo ministério, com forte influência da liderança pastoral, e depois são levados à Assembléia para serem votados. Os pastores das Assembléias de Deus podem estar ligados a convenções estaduais que, por sua vez, se vinculam a uma Convenção de caráter nacional.

CONAMAD
Convenção das Assembléia de Deus no Brasil - Ministério de Madureira

Desde a década de 1980, por razões administrativas, a Assembléia de Deus brasileira tem passado por várias cisões que deram origem a diversas convenções e ministérios, com administração autônoma, em várias regiões do país. O mais expressivo dos ministérios independentes originários da CGADB é o Ministério de Madureira, cuja igreja já existia desde os idos da década de 1930, fundada pelo pastor Paulo Leivas Macalão e que, em 1958, serviu de base para a estruturação nacional do Ministério por ele presidido, até a sua morte, no final de 1982.
O Ministério de Madureira (assim conhecido por ter sua sede no bairro de mesmo nome, no Rio de Janeiro), esta sob a liderança do Pastor Doutor Manoel Ferreira, Presidente da Convenção Nacional das Assembléias de Deus no Brasil — Ministério de Madureira — CONAMAD, fundada em 1988.









Bispo Manoel Ferreira
Presidente da CONAMAD



CONEMAD/RS
Convenção das Assembléia de Deus no Brasil - Ministério de Madureira
Rio Grande do Sul

Palavra do Presidente:

"E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós".
Dois homens foram crucificados com Jesus. Estavam ali, pois haviam praticado o mal. Ao contrário de Jesus, que em nada se havia achado para o feito. Um deles blasfemava de Jesus, mostrando que mesmo estando naquelas condições, não havia se arrependido do que fizera, muito menos havia humildade no seu coração. O sofrimento de estar pregado numa cruz, não mudara o seu interior.
Muitas pessoas que não se convertem pelo amor, tornam-se alvos fáceis das presas do inimigo. O mal tem atuado com perseverança sobre muitas vidas, que mesmo estando ao lado de Jesus (na igreja) não fazem a Sua vontade, assim não O reconhecem como Senhor e Salvador. A pessoa que despreza a humildade torna-se cega a tal ponto, que mesmo estando ao lado de Deus, não o reconhece como tal, logo o seu destino é o lago de fogo e enxofre, onde haverá choro e ranger de dentes por toda a eternidade.
"Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam, mas este nenhum mal fez".
Este outro malfeitor, reconheceu quem estava ali pregado na cruz, e logo, admitiu os seus erros.
"E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso". (Lc 23.39-43
Depois de perceber quem estava ao seu lado, e reconhecer os seus erros, agora invoca a misericórdia Dele. Apesar de ter sido um malfeitor por toda a sua vida, abriu o seu coração, e foi salvo.
Não há dúvidas de que não é fácil reconhecer que somos falhos, e entregar-se a Jesus, suplicando o perdão. Só os quebrantados de coração conseguem alcançar a salvação. Jesus espera por você.
"Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus". (Mt 5.3). (conemad/rs.com.br)

Pastor Noé Vargas
Presidente.

Nosso Pastor Presidente da Conemad/RS, também preside os Campos Porto Alegre, a capital dos gaúchos, de Três Coroas, cidade da Serra Gaúcha e de Novo Hamburgo, cidade integrante da regiãos calçadista, e também muitas outras igrejas pelo nosso Estado. Há muitos anos na presidência de nossa Convenção, tem dado um excelente testemunho pastoral e de vida a todos os seus ministros, membros e congregados. É um homem que ama distintamente o Ministério de Madureira, realizando visitas a todos os Campos de trabalho, organizando e dirigindo todas as convenções e participando das principais festas de nossas igrejas pelo Estado e fora também, como suas presenças eficazes em todas as Convenções Nacionais. O Pastor Noé Vargas, é um mestre amado por todos os seus liderados e um grande líder espiritual, homem de resoluta coragem, um ícone entre os assembleianos gaúchos, que suas ações o fazem integrar a história das Assembléias de Deus Ministério de Madureira no Rio Grande do Sul.

NOSSA HISTÓRIA
Congregações de Palmeira das Missões


HISTÓRICO DO MUNICÍPIO

O município de Palmeira das Missões teve a sua emancipação no ano 1874, até então era distrito de Cruz Alta. A sua origem, se deu, pela passagem de tropeiros que levavam o gado do Rio Grande do Sul para os outros Estados e por extratores de erva mate (planta típica do rio grande do sul de onde se extrai as folhas para se fazer a erva para o chimarrão bebida típica ). Conta a história de que havia uma palmeira onde os tropeiros descansavam com suas tropas e ao redor da palmeira foi surgindo um vilarejo, chegando até sua emancipação há 137 anos, como município de Palmeira das Missões, terra mãe de muitos novos municípios do norte do Estado do Rio Grande do Sul. A base de sua economia esta na agricultura e no comercio local. Palmeira das Missões, conta com um extenso território rural, onde estão os maiores produtores de trigo e soja do Estado. Tem universidades particulares presenciais e a distância, também a extensão da Universidade Federal de Santa Maria-CESNORS. Tem empresas como a Nestlé e tantas outras de importâncias regionais. Um dos maiores festivais da música regionalista do Rio Grande do Sul é o Carijô da Canção Gaúcha, que ocorre todos os anos no mês de maio. A cidade esta localizado a um distância de 374 Km da capital Porto Alegre, conta com uma população de 34.225 habitantes, conforme pesquisa do IBGE e é uma das cidades do Rio Grande do Sul com um índice expressivo de evangélicos de denominações diversas. Palmeira trás na sua história, um marco de guerras, revoluções, de coronelismo, onde muitas pessoas morreram por conta de grandes batalhas que derramaram muito sangue do povo gaúcho, divididos entre Maragatos e Chimangos. Entre tantas batalhas sangrentas, conta a história de que no decorrer da revolução no antigo distrito de Boi Preto, morreram numa embosca e pela degola numa mesma noite, mais de trezentos maragatos. Tudo isso, com certeza ajudou no crescimento do evangelho nesta região do Estado do Rio Grande do Sul, conhecida como Região Norte. Palmeira das Missões, tem suas histórias, suas conquistas, suas lutas, mas o grande vitorioso nas batalhas da atualidade é Jesus Cristo, o qual esta no coração da gauchada palmeirense que não resiste a Sua glória e o Seu poder, onde centenas almas todos os meses em todas as denominações tem se rendido ao Grande General de Guerra, o Senhor dos Senhor e Deus dos Deuses, e Senhor Deus dos Exércitos, o nosso Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo.

HISTÓRIA DA ADMADUREIRA PALMEIRA DAS MISSÕES

A Assembléia de Deus Ministério de Madureira de Palmeira das Missões começou nos idos dos anos 80, onde vários pastores e obreiros abriram portas de pregação, alcançando almas para Cristo, mas enfrentando muitas dificuldades no crescimento do Ministério de Madureira em nossa município. Alguns obreiros começaram o trabalho, mas em seguida eram substituídos por outros, não alcançando seus reais objetivos para com a Obra de Deus, fazendo com a igreja enfrentasse muitas lutas. Houveram épocas em que o trabalho parecia que iria deslanchar, mas as dificuldades vinham, mas como é a Obra de nosso Deus, sempre permanecia, resistindo as lutas e aos afrontos do inimigo.
No ano de 2003, a luta de manter o trabalho do Ministério de Madureira de portas abertas, continuava com o então Pastor Dirigente, o Evangelista Plínio Machado Farias, que dos 11 anos integrando a igreja, nos últimos 06 anos vinha na direção dos trabalhos. A congregação estava ligada ao Campo de Santa Maria, presidido por seu atual Presidente, o Pastor José Elizeu da Silva, que fora Presidente da Convenção do Estado e também da Junta Conciliadora do Estado em algumas oportunidades. No final do ano de 2003, a igreja de cidade de Palmeira das Missões, num acordo convencional, foi passada para o Campo de Cruz Alta, presido pelo então Pastor Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, que tomou como metas a troca de endereço da igreja, como também a de Pastor Dirigente. A igreja não tinha bens móveis e funcionava na casa do então Pastor Dirigente, na Vila Westphalen, muito afastada do centro da cidade e com poucos membros. Inicialmente foi designado o Presbítero João dos Santos, oriundo do Ministério de Campinas/GO, que começou os trabalhos de evangelizações em finais de Setembro de 2003, mas não permanecendo muito tempo. No final do mês de Dezembro daquele ano, foi designado o Evangelista Luiz Denilson de Lima Cordeiro para dar prosseguimento aos trabalhos de evangelização. De setembro de 2003 até o dia 24 de Janeiro de 2004, a congregação funcionou na Rua Sete de Setembro, 375, apartamento 202, na sala da residência do então Diácono João Amilton de Anunciação, por não ter um local definido para a realização dos cultos.
Aos 24 dias do mês de janeiro de 2004, fora então inaugurada a nova congregação, sob supervisão do Pastor Presidente Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, que no culto inauguracional deu posse ao Evangelista Luiz Denilson de Lima Cordeiro, como Pastor Dirigente e ao Diácono João Amilton de Anunciação, como Co-pastor e tesoureiro da nova congregação do Campo Cruz Alta. Desta feita, a igreja estava localizada no centro da cidade, com amplo salão e um bom conforto aos obreiros, membros e congregados, situada na Rua General Osório, nº 210. A congregação funcionou neste endereço até o dia 15 de Setembro de 2004, sendo transferida para a Avenida Independência, 1999, centro da cidade, onde funciona até o dia de hoje.
No início do mês de Agosto de 2004, mais precisamente no dia 11 daquele mês,  o Evangelista Luiz Denilson de Lima Cordeiro, solicita sua saída da direção dos trabalhos e também do ministério de obreiros do Campo Cruz Alta. Depois de alguns dias sem designação de um obreiro para atender aos trabalhos, o então Presbítero João Amilton de Anunciação, foi empossado como Pastor Dirigente da congregação, mais precisamente no dia 17 de Agosto de 2004, pelo Pastor Presidente, num culto de quarta-feira. Na direção da congregação, sua primeira medida foi a de transferir a sede da igreja para a Avenida Independência, 1999, tendo realizado o primeiro culto no dia 19 de Setembro de 2004, com boa presença de membros e visitantes. 
Os antigos membros das congregações anteriores devido as dificuldades sofridas pelo Ministério de Madureira, se espraiaram por outras congregações evangélicas. Com o novo trabalho, aos poucos o novo Pastor Dirigente foi agregando o povo, sendo que na atualidade conta com um bom número de obreiros e obreiras, um prédio próprio, grupo de louvor, círculo de oração, programas de rádio, participações em jornais locais, serviços de Internet e tem recebido pastores e missionários de outros continentes, além de pastores e missionários de outras partes do Brasil para vir ministrar em sua congregação, fortalecendo o trabalho do Ministério de Madureira e dando credibilidade à comunidade através dos trabalhos desenvolvidos. 

CAMPO DE CRUZ ALTA

Em Março de 2008, assumiu a presidência do Campo de Cruz Alta, o Pastor José Fernandes da Silva, oriundo do Ministério Fama de Goiânia/GO, para cuidar dos trabalhos regionais, incluindo várias cidades e congregações, supervisionando os pastores e obreiros do Campo Cruz Alta, realizando Reuniões Fraternais em todas as cidades e participando das principais festas do Campo. O Pastor Fernandes como gosta de ser chamado, é mineiro, e é casado com a Pastora Abigail Fernandes, baiana, com a qual tem quatro filhos. Como todos os que se achegam no Rio Grande do Sul, já aprendeu a saborear o melhor dos Pampas, o bom chimarrão ou mate, como muitos assim conhecem essa típica bebida dos gaúchos, e esta inteiramente integrado aos nossos trabalhos de evangelização nesta Região do Estado.

MINISTÉRIO DO PASTOR JOÃO AMILTON

Tudo começou a acontecer na minha vida ministerial, na vida de minha família e dos novos trabalhos de Palmeira das Missões e do Campo Cruz Alta, quando viemos por ordem de Deus, através da voz do Espírito Santo, de uma interpretação de línguas e da revelação de Deus através do Pastor Antônio Carlos, num culto de Santa Ceia, na igreja sede de Cruz Alta, no mês de Novembro de 2002, na época era o Primeiro Tesoureiro do Campo. Naquela oportunidade enquanto escrevia a ata das realizações administrativas que ocorrera naquela noite, rapidamente ouvi a voz do Espírito Santo dizendo assim: "Filho meu, eis que te tiro deste lugar e te levarei a um lugar que não esta em teu coração, e lá farás a minha obra e o lugar será Palmeira das Missões". Primeiramente, ouvi um chamado, mas não percebi do que estava se tratando, mas quando ouvi pela segunda vez, "fiquei anestesiado". Quando parei de ouvir a voz do Espírito de Deus, o Pastor Antônio Carlos começou a falar em língua estranha, foi quando "interpretei o que se falava", pois vinha a confirmar aquilo que acabara de ouvir do Espírito Santo. Em seguida o Pastor Antônio Carlos parou a pregação, sendo ele um excelente pregador e avivalista, quando disse ele: Não costume fazer isso, mas Deus me manda dizer o seguinte: "Irmão João onde tu esta meu filho! Disse estou aqui. Ele falou: Deus manda te dizer que esta te levando desse lugar, para um novo lugar e lá tu farás a Obra dEle". Eu que já estava anestesiado, me derramei em choro e lágrimas e cumpri a ordenança do Senhor para a minha vida. Como sou funcionário público do Estado do Rio Grande do Sul, exercendo na atualidade minhas funções de Secretário da 14ª Região Policial da Polícia Civil gaúcha, indo a Porto Alegre naqueles dias, na Secretaria de Justiça e Segurança, na Chefia de Polícia, consegui transferência para Palmeira das Missões, me apresentando no dia 23 de Dezembro de 2002, mas fixando residência com minha família, no dia 06 de Janeiro de 2003.
Nossa história ministerial palmeirense, começou depois de um tempo que já morávamos por aqui, quando resolvemos falar com o nosso Pastor Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, então Presidente do Campo das Assembléias de Deus Ministério de Madureira, com sede na cidade de Cruz Alta/RS, que nos autorizou a iniciarmos os trabalhos de evangelizações, sesignando um obreiro, como já citamos anteriormente, para dar início aos trabalhos ministeriais como uma igreja constituída. Após ter efetivamente assumido a cidade de Palmeira das Missões, a qual passou a integrar os trabalhos de campo, passamos a realizar cultos na sala de nosso apartamento, onde alguns dias por semana, reuníamos um bom número de pessoas. O pentecostes falava alto, o que incomodava alguns vizinhos desavisados pelo Espírito Santo, mas com muito amor e carinho, fomos agregando algumas daquelas almas ao cultos e Deus operava poderosamente. Naquela abençoada sala, milagres e curas e até Santa Ceia servimos aos irmãos amados.
Porém no dia 24 de Janeiro de 2004, na Rua General Osório, nº 210, no centro da cidade de Palmeira das Missões, foi inaugurado a sede do novo Templo, contando com a presença de autoridades, pastores, membros e de muitos visitantes, sendo os trabalhos sob a direção do então Pastor Presidente.
Como o trabalho foi crescendo, da desistência do Pastor Dirigente, aos 17 de Agosto daquele ano, assumimos a direção dos trabalhos como Pastor Dirigente da Congregação, sendo que na época era Presbítero do campo e co-pastor da congregação local. Essa grande benção de Deus em minha vida, é motivo de dizer aos meus amados irmãos e pastores, que há uma bênção poderosa em minha vida, pois quando lemos a história das Assembléias de Deus do Brasil e do Ministério de Madureira, conhecemos uma das mais belas histórias e trajetórias de um homem de Deus, o Apóstolo do Século, a história do nosso Pastor Paulo Leivas Macalão que gaúcho como eu, deu ao Ministério de Madureira, não somente o nascimento, mas a concretização de uma verdadeira obra de Deus, não somente no Brasil, mas em dezenas de países e continentes. O Pastor Paulo Leivas Macalão, líder nato e homem cheio do Espírito Santo, foi consagrado ao pastorado no dia 17 de Agosto de 1930, há aproximados 80 anos, sendo para mim uma bênção ter sido designado pastor dirigente nessa data, a quase um século depois do maior líder da história de nosso Ministério de Madureira.
Em 15 de Setembro de 2004, mudamos o endereço para a Avenida Independência, 1999, centro da cidade, tendo realizado o primeiro culto no novo templo, no dia 19 de Setembro, com uma grande festa espiritual, endereço esse que estamos até hoje. O trabalho do Reino de Deus depois disso veio crescendo dia após dia. Vieram muitas lutas, mas enfrentamos uma a uma e estamos vencendo todas. Outras sabemos que virão, mas que não será diferente, venceremos em Nome de Jesus Cristo. Estamos ganhamos almas para Jesus, mas sabemos que ainda tudo o que fizemos ainda é pouco. As almas alcançadas hoje são preparadas por Deus, para ganharem mais almas. O crescimento do Reino de Deus é verdadeiro, pois quando jogamos a boa semente em terra boa, esta germina e cresce, dá uma planta, esta gera frutos, e estes geram outros, dando 30, 60 e 100 por um, como está explicito na parábola do semeador no Evangelho de Mateus, no capítulo 13. Contamos atualmente com a congregação sede e uma congregação num dos principais bairros da cidade, o Bairro Mutirão, alem de obreiros, grupo de louvor, Círculo de Oração, Escola Bíblica Para Crianças e cultos quase que diariamente. Muito temos feito, mas sabemos que ainda é muito pouco, pois podemos e faremos muito mais. Desde Março de 2008, contamos com uma nova direção, sob o comando espiritual de nosso amado Pastor Presidente do Campo de Cruz Alta, o baiano e agora gaúcho, Pastor José Fernandes da Silva e sua esposa, a pastora Abigail Fernandes. Estamos felizes por este trabalho, mas buscamos mais ainda em Cristo Jesus. 
Os nossos desafios para os anos seguintes são vários desafios. Podemos citar alguns, como o ganhar muitas almas e batizar novos membros, levantarmos um fundo de aproximadamente R$ 350.000,00 para adquirirmos um terreno para cultuarmos em local próprio como Congregação Sede, pois nossa congregação sede é em prédio locado. Nossos objetivos também é de alcançarmos as cidades que fazem divisa com o município Palmeira das Missões, pois a ainda existem cerca de trinta cidades nas proximidades que não tem igrejas do Ministério de Madureira.

CURRÍCULO DO MINISTERIAL

1. Separado para o Ministério de Obreiro Auxiliar, no ano de 2001, na sede da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério de Madureira, pelo Pastor Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, então Presidente do Campo de Cruz Alta/RS;
2. Consagrado ao Diaconato no mês de maio do ano de 2002, pelo Campo de Cruz Alta/RS, na Convenção Estadual das Assembleias de Deus Ministério de Madureira - CONEMAD/RS, presidida pelo então Pastor JURANDIR SANTOS, na cidade de Porto Alegre/RS;
3. Consagrado ao Presbitério no ano de 2004, em reunião ministerial, pelo Pastor Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, na época Presidente do Campo de Cruz Alta/RS, na cidade de Cruz Alta/RS;
4. Empossado como Pastor Dirigente da Congregação das Assembléias de Deus Ministério de Madureira, Campo de Cruz Alta/RS, na cidade de Palmeira das Missões/RS, pelo Pastor Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, no dia 17 de agosto de 2004;
5. Consagração Ministerial de Evangelísta, durante a Convenção Estadual das Assembleias de Deus Ministério de Madureira do Estado do Rio Grande do Sul - CONEMAD/RS, pelo Pastor Newton Pereira Abreu, Secretário Executivo da Convenção Nacional das Assembleias de Deus Ministério de Madureira do Brasil - CONAMAD, representante do Bispo  Manoel Ferreira, Presidente da CONAMAD e pelo Pastor Noé Vargas, Presidente da Convenção Estadual - CONEMAD/RS, também pelo Pastor Antônio Carlos Rodrigues dos Santos Campos, então Membro da Mesa Diretora da CONEMAD/RS e Presidente do Campo de Cruz Alta/RS, demais Pastores, Evangelistas, Missionários, Obreiros presentes, no dia 12 de Novembro de 2006, na cidade de Porto Alegre/RS;
6. Consagração ao Pastorado durante a Convenção Nacional das Assembleias de Deus Ministério de Madureira do Brasil - CONAMAD, pelo Presidente Nacional e Mundial das Assembleias de Deus Ministério de Madureira, Bispo Doutor Manoel Ferreira, pelos membros da Mesa Diretora Nacional e também pelo nosso Pastor Noé Vargas, Presidente da Convenção Estadual das Assembleias de Deus Ministério de Madureira - CONEMAD/RS, na Catedral da Baleia, Brasília/DF, no dia 21 de Abril de 2008.

ASSEMBLÉIA DE DEUS MINISTÉRIO DE MADUREIRA EM PALMEIRA DAS MISSÕES
Avenida Independência, 1999, centro, CEP: 98.300-000 - SEDE
Avenida José Firmino Vilande, 1935, Bairro Mutirão - Congregação própria.
Site: Http://adpalmeira.blogspot.com
E-mail: pastorjoaomilton@yahoo.com.br.

sábado, 7 de maio de 2011

SETE COISAS QUE O SENHOR ABOMINA

Texto base

Provérbio 6:16-19 "(16) Há seis coisas que o Senhor detesta; sim, há sete que Ele abomina: (17) olhos altivos, Língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente; (18) coração que maquina projetos Iníquo, pés que se apressam a correr para o mal; (19) testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos".

Sabemos meus queridos irmãos que o mal existe e se faz presente na vida daqueles que não tem o temor do Senhor em suas vidas. É necessário termos o discernimento do Espírito de Deus para identificarmos as ações malignas na vida de seres humanos. Se o nosso Deus detesta pessoas mentirosas, arrogantes e prepotentes, é porque isso não provém dEle e sim de Satanás. Quando no meio do povo de Deus há contendas, rixas, divisões, facções, intrigas, fofocas e tantas outras coisas ruins, devemos identificar essas ações, como ações malignas de demônios agindo dentro da casa de Deus, na vida daquelas pessoas que estão necessitando urgentemente de libertação. A libertação dessas pessoas somente virá com o poder de Deus agindo dentro da igreja, através de orações, intercessões e muita fé. Quando a ação maléfica dos agentes de Satanás age no meio do povo de Deus, há crises de relacionamentos, pessoas se esfriam na fé, podendo até causar uma apostasia geral. As experiências pastorais nos dizem de que devemos nos unir com aqueles irmãos que geram confiança e que tem a autoridade de Deus em suas vidas, para formar um grande círculo de muita oração e intercessão por aqueles que caíram nas armadilhas de Satanás. Muitas vezes uma pequena ação maléfica na vida de um ou dois irmãos, ou talvez alguns mais, desencadea uma histeria coletiva, fazendo com que tal ação cresça mais do que aquilo que o próprio Satanás havia planejado. Deixa eu explicar: Ocorre que dentro do meio cristão tem alguns que não tem nenhuma sabedoria e vigilância, um conta para o outro e assim se faz uma rede de informações negativas, diabólicas, fazendo com que toda a congregação venha a saber, se entristecer e até fazer com que alguns venham a se afastar da comunhão da igreja. Vejam bem meus queridos, uma ação maléfica trás grandes prejuízos espirituais para o povo de Deus e para a igreja onde congregam, por isso o povo de Deus tem que pedir ao Senhor "sabedoria e discernimento de espírito", para saber quando agir corretamente e não sair falando coisas a esmo, co-participando nos pecados de Satanás, fazendo com que como muito saiam do meio da comunidade cristã, pois tudo isso é vitória para Satanás e não para o povo de Deus. Precisamos ser vigilantes, sóbrios e amigos de Deus e inimigos de contendas.
 
Meus amados irmãos e caro leitor, o presente estudo há de servir como um alerta para todos nós. Para que não incorramos em praticar qualquer uma destas coisas que são abomináveis para o nosso Senhor Deus e Pai de toda a glória. Lembremo-nos do que esta escrito por Deus, através de Salomão em Pv 15:3 “Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons”. Precisamos pensar nisso como um alerta para a salvação de cada um de nós;

Queridos, há muitas promessas no livro de Provérbios e quero lembrá-los de que os irmãos, antes de estudarem o presente estudo, orem com muita fé e peçam ao Senhor entendimento de Sua Palavra. Quando nos colocamos na presença de Deus, tem muitos impedimentos que surgem tentando nos impedir de alcançarmos sabedoria e isso vem a nos aborrecer e entristecer aos que buscam uma melhor compreensão da Palavra de Deus. Vejamos o seguinte em Pv 16:7 “Quando os caminhos do homem agradam ao Senhor, faz que até os seus inimigos tenham paz com ele”.

Estudaremos cada tópico do texto acima: 

1o. DEUS ABOMINA/DETESTA - OLHOS ALTIVOS
Como os olhos são as janelas da alma, eles transmitem o que está em nossos corações.  Um coração cheio de arrogância, prepotência e soberba se mostrará no tipo de olhar da pessoa.
Há alguns textos nos Evangelhos que contam dos olhares de Jesus, de como Ele transparecia seus sentimentos pelo olhar:  Mc 10:21 “E Jesus, olhando para ele, o amou, e lhe disse: uma coisa te falta...” (ao jovem rico);  Mc 3:5 “E olhando em redor para eles com indignação, condoendo-se da dureza dos seus corações, disse ao homem: Estende a tua mão. Ele a estendeu, e lhe foi reestabelecida.” (na sinagora, onde as pessoas o observavam para ver se “pecaria” curando um homem num sábado).
Pv 21:4  “Olhar altivo e coração orgulhoso, tal lâmpada dos ímpios é pecado”.
Pv 30:12 e 13 “Há gente que é pura aos seus próprios olhos, e contudo nunca foi lavada da sua imundícia. Há gente cujos olhos são altivos, e cujas pálpebras são levantadas para cima.”
Pv 16:18 “A soberba precede a destruição, e a altivez do espírito precede a queda”
 
2o. DEUS ABOMINA/DETESTA - LÍNGUA MENTIROSA
Quando pensamos em mentira, automaticamente lembramos do “pai da mentira”, Satanás.  Foi o próprio Jesus que assim declarou: “Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.” (Jo 8:44).
Há diversos provérbios que alertam para os malefícios da mentira, do mexerico e da difamação:
Pv 18:8 “As palavras do difamador são como bocados doces, que penetram até o íntimo das entranhas”.
Pv 18:21 “A morte e a vida estão no poder da língua...”
Pv 16:27 “O homem vil suscita o mal; e nos seus lábios há como que um fogo ardente”.
Pv 20:19 “O que anda mexericando revela segredos; pelo que não te metas com quem muito abre os seus lábios”.
Pv 21:6 “Ajuntar tesouros com língua falsa é uma vaidade fugitiva; aqueles que os buscam, buscam a morte”.
Pv 21:23 “O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda das angústias a sua alma”.
Pv 12:22 “Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite”.
 
3o. DEUS ABOMINA/DETESTA - MÃOS QUE DERRAMAM SANGUE INOCENTE
O Senhor detesta a violência, o homicídio. O primeiro homicídio relatado na Bíblia foi o de Abel, em Gn 4:8-10:  “Falou Caim com o seu irmão Abel. E, estando eles no campo, Caim se levantou contra o seu irmão Abel, e o matou.  Perguntou, pois, o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão?  Respondeu ele: não sei; sou eu o guarda do meu irmão? E disse Deus: que fizeste? A voz do sangue de teu irmão está clamando a mim deste a terra”.
 
4o. DEUS ABOMINA/DETESTA -  CORAÇÃO QUE MAQUINA PROJETOS INÍQUOS
No caso de Caim, o Senhor o advertiu de que seu coração estava contaminado pela maquinação do mal (“se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar” Gn 4:7).
Tiago explica o processo do pecado: Tg 1:13-15 “Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta.  (14) Cada um, porém, pé tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupscência; (15) então a concupscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado sendo consumado, gera a morte”.
Em Pv 6:12 a 15, a Palavra de Deus descreve o “homem vil e iníquo”: “anda com a perversidade na boca, (13) pisca os olhos, faz sinais com os pés, e acena com os dedos; (14) perversidade há no seu coração; todo o tempo maquina o mal; anda semeando contendas. (15) Pelo que a sua destruição virá repentinamente; subitamente será quebrantado sem que haja cura”.
Pv 11:20 “Abominação para o Senhor são os perversos de coração; mas os que são perfeitos em seu caminho são o seu deleite”.
 
5o. DEUS ABOMINA/DETESTA  - PÉS QUE SE APRESSAM A CORRER PARA O MAL
É preciso pedir a Deus, sempre, sabedoria.  Precipitações, impaciência, ingenuidade, fraqueza, tentações, ciladas do Maligno...  bem podem nos levar a “correr para o mal”.
A Bíblia tem um alerta para nós: Pv 19:2  “Não é bom agir sem refletir; e o que se apressa com seus pés erra o caminho”.
Por isso temos a necessidade dos conselheiros:  Pv 15:22 “Onde não há conselho, frustram-se os projetos; mas com a multidão de conselheiros se estabelecem”.
 
6o. DEUS ABOMINA/DETESTA  - TESTEMUNHA FALSA QUE PROFERE MENTIRAS
Em Atos 6 temos o relato de como Estevão teve que enfrentar acusações de falsas testemunhas: “e apresentaram falsas testemunhas que diziam: Este homem não cessa de proferir palavras contra este santo lugar e contra a lei; porque nós o temos ouvido dizer que esse Jesus, o nazareno, há de destruir este lugar e mudar os costumes que Moisés nos transmitiu” (At 6:13 e 14).
No julgamento de Jesus os judeus do Sinédrio usaram o mesmo precedente contra o Senhor (Mt 26:59ss).
Talvez o caso de falsas testemunhas mais escandaloso de todos os tempos se encontre em Mateus 28:11-15, no caso do suborno dos guardas do sepulcro de Jesus, para que testemunhassem uma versão mentirosa, do roubo do corpo enquanto eles dormiram.
Pv 19:5 “A testemunha falsa não ficará impune; e o que profere mentiras não escapará” (no verso 9 esta palavra é repetida!).
 
7o. DEUS ABOMINA/DETESTA  - O QUE SEMEIA CONTENTA ENTRE IRMÃOS
O homem vil e perverso de Pv 16:27-30 : “O homem vil suscita o mal; e nos seus lábios há como que um fogo ardente. (28) O homem perverso espalha contendas; e o difamador separa amigos íntimos. (29) O homem violento alicia o seu vizinho e guia-o por um caminho que não é bom. (30) Quando fecha os olhos fá-lo para maquinar perversidades; quando morde os lábios, efetua o mal”.
Pv. 26:20 “Faltando lenha, apaga-se o fogo; e não havendo difamador, cessa a contenda. (21) Como o carvão para as brasas, e a lenha para o fogo, assim é o homem contencioso para acender rixas. (25) Quando te suplicar com a voz suave, não o creias; porque sete abominações há no seu coração. (26) Ainda que o seu ódio se encubra com dissimulação, na congregação será revelada a sua malícia”.
Pv 17:9 “O que perdoa a transgressão busca a amizade; mas o que renova a questão, afasta amigos íntimos”.

Por fim, meus queridos irmãos e leitores, saliento de que todas as coisas citadas pelo nosso Deus, como detestáveis e abomináveis, não devem servir de parâmetro para as nossas vidas e sim como um alerta, para não incorrermos com tais erros, porque muitas vezes achamos que os outros são os que cometem tais pecados e não nós mesmos, isso é uma espécie de falta de presença e conhecimento de Deus em nossas vidas, portanto, devemos fugir desses maléficos efeitos de Satanás em nossas vidas, para podermos amar melhor a nossos irmãos e sermos exemplos para todos aqueles que seguem a Jesus Cristo e não a nós. Sempre digo que toda a hora e glória nunca é para o homen e sim, para o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

Templo Sede

Templo Sede
Avenida Independência, 1999, Centro, Palmeira das Missões

Congregação Bairro Mutirão

Congregação Bairro Mutirão
Avenida José Firmino Vilande, 274, Bairro Mutirão, Palmeira das Missões

Congregação de Santo Augusto

Congregação de Santo Augusto
Rua Nonô Prates, 43, Bairro Santa Fé, Santo Augusto

Congregação de São Valério do Sul

Congregação de São Valério do Sul
Avenida Ery Lucas, 420, Centro, São Valério do Sul

Congregação de Boa Vista das Missões

Congregação de Boa Vista das Missões
Rua Fortaleza, 260, centro de Boa Vista das Missões

Congregação Frederico Westphalen

Congregação Frederico Westphalen
Rua 137, sn, Bairro Distrito Industrial, Frederico Westphalen, RS

DIRETORIA DO CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES - ANO 2017

CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES - DIRETORIA

PRESIDÊNCIA
Pastor
JOÃO AMILTON DE ANUNCIAÇÃO.

VICE-PRESIDÊNCIA
Primeiro Vice-Presidente, Pastor ADEMIR ROSA DOS SANTOS;
Segundo Vice-Presidente, Pastor JORGE MOREIRA.

SECRETARIA
Primeira Secretária, Diaconisa LUMA OLIVEIRA DA ROCHA TEIXEIRA;
Segundo Secretário, Diácono MATHEUS TEIXEIRA.

TESOURARIA
Primeira Tesoureira, Missionária
ROSIMARI OLIVEIRA DA ROCHA;
Segunda Tesoureira, Missionária
MÁRCIA REGINA DOS SANTOS TEIXEIRA.

CONSELHEIROS FISCAIS
Pastora MARTHA VALÉRIA LOPES CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO;
Evangelista ALISSON DOS SANTOS;
Diácono PAULO ROBERTO DA SILVA MEDEIROS.


CONGREGAÇÕES - PASTORES DIRIGENTES
PALMEIRA DAS MISSÕES - BAIRRO MUTIRÃO
Pastor ADEMIR ROSA DOS SANTOS.

CONGREGAÇÃO DE SANTO AUGUSTO
Pastor JORGE MOREIRA.

CONGREGAÇÃO SÃO VALÉRIO DO SUL
Evangelista JACOB VANDERLEI PORTOLAN.

CONGREGAÇÃO DE BOA VISTA DAS MISSÕES
Evangelista SEBASTIÃO IBANÊZ AIRES DA SILVA

CONGREGAÇÃO FREDERICO WESTPHLEN
Pastor em Ofício Presbítero PAULO RENATO PRESTES


CÍRCULO DE ORAÇÃO - OBREIRAS DIRIGENTES
PALMEIRA DAS MISSÕES - SEDE
Dirigente, Missionária MÁRCIA REGINA DOS SANTOS TEIXEIRA;
Missionária ROSIMARI OLIVEIRA DA ROCHA;
Diaconisa HELGA SCHOKAL LENCINA;
Diaconisa CLEUSA DE OLIVEIRA DE MEDEIROS.

CONGREGAÇÃO BAIRRO MUTIRÃO
Dirigente, Diaconisa CRISTINA FERGUTZ DO AMARAL;
Auxiliar, Cooperadora MÁRCIA MENEGAZZO DO AMARAL.

CONGREGAÇÃO SANTO AUGUSTO
Dirigente, Missionária CECÍLIA TEREZINHA DO AMARAL MOREIRA;
Diaconisa EVA DE ALMEIDA JONES.

CONGREGAÇÃO SÃO VALÉRIO DO SUL
Missionária ÂNGELA ROSANE PORTOLAN;
Diaconisa DELOCI DE FÁTIMA DOS SANTOS PEDROSO.

CONGREGAÇÃO BOA VISTA DAS MISSÕES
Dirigente, Diaconisa ADRIANA CAMPANOGARO DA SILVA.

CONGREGAÇÃO FREDERICO WESTPHALEN
Dirigente, Diaconisa MARINES BRIZOLLA PRESTES.

RELAÇÃO DE OBREIROS - 2017

RELAÇÃO DOS OBREIROS DO CAMPO - 2017

Relação dos Obreiros e Obreiras para o ano de 2017, da Igreja Evangélica Assembléia de Deus de Palmeira das Missões Ministério de Madureira, sito na Avenida Independência, 1999, centro da cidade de Palmeira das Missões, CAMPO DE PALMEIRA DAS MISSÕES, conforme a seguir relacionados:­


001 - PALMEIRA DAS MISSÕES – SEDE:

Pastor Presidente JOÃO AMILTON DE ANUNCIAÇÃO,

Pastora MARTHA VALÉRIA LOPES CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Evangelista ALISSON DOS SANTOS,

Missionária ROSIMARI OLIVEIRA DA ROCHA,

Missionária MÁRCIA REGINA DOS SANTOS TEIXEIRA,

Presbítero ABEL MARTINS MATTOS,

Presbítero MOISÉS MENDES BATALHA,

Diácono PAULO ROBERTO DA SILVA MEDEIROS,

Diácono GUSTAVO CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Diácono MATHEUS TEIXEIRA,

Diácono JOEL DA SILVA OLIVEIRA

Diaconisa DAIR VITÓRIA TEIXEIRA,

Diaconisa LUMA OLIVEIRA DA ROCHA TEIXEIRA,

Diaconisa HELGA SCHOKAL LENCINA,

Diaconisa TATIANE OLIVEIRA DOS SANTOS,

Diaconisa ODILA STEPHANINI BATALHA,

Diaconisa CLEUSA DE OLIVEIRA MEDEIROS,

Diaconisa OLINTA ROZANI NIEDERAUER GUTLER,

Diaconisa NADINE OLIVEIRA DA ROCHA,

Cooperador GUILHERME CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Cooperador GABRIEL CABREIRA DE ANUNCIAÇÃO,

Cooperador MURILO OLIVEIRA DA ROCHA,

Cooperadora MÁRCIA ADRIANA PERUSATO DA SILVA,

Cooperadora BÁRBARA CATARINA CREDA FRANCO,

Cooperadora ELCY MULLER FRANCO,

Cooperadora MARLI CREDA FRANCO.


002 - PALMEIRA DAS MISSÕES – BAIRRO MUTIRÃO:

Pastor ADEMIR ROSA DOS SANTOS,

Missionária ELISÂNGELA DO NASCIMENTO DOS SANTOS,

Presbítero EVANDRO DA SILVA AMARAL,

Diaconisa CRISTINA FERGUTZ DO AMARAL,

Cooperadora MARCIA MENEGAZZO DO AMARAL.


003 - SANTO AUGUSTO - CONGREGAÇÃO

Pastor JORGE MOREIRA,

Missionária CECÍLIA TERESINHA DO AMARAL MOREIRA,

Evangelista FÁBIO ROMERO DA SILVA,

Evangelista GILMAR KOWALSKI,

Presbítero VILSON PICCO,

Diácono PAULO JUAREZ DA SILVA MENDES JUNIOR,

Diácono MENDES MARTINS COIMBRA,

Diácono VIVALDO ANDRÉ DAMIÃO,

Diaconisa MARISA CRISTINA MOREIRA DA SILVA,

Diaconisa EVA ALMEIDA JONES,

Diaconisa ROSEMARI CAMARGO PICCO,

Diaconisa NEUZA ROSANE CAVALHEIRO,

Diaconisa TEREZINHA KOWALSKI,

Cooperador IZAIAS RODRIGUES JONES,

Cooperador GERSON DOMINGOS ALBINO MANOEL.


004 - SÃO VALÉRIO DO SUL - CONGREGAÇÃO

Evangelista JACOB VANDERLEI PORTOLAN,

Missionária ÂNGELA ROSANE PORTOLAN,

Presbítero EVANDRO PEDROSO,

Diaconisa DELOCI DE FÁTIMA DOS SANTOS PEDROSO.


005- BOA VISTA DAS MISSÕES - CONGREGAÇÃO

Evangelista SEBASTIÃO IBANÊZ AIRES DA SILVA,

Diaconisa ADRIANA CAMPANOGARO AIRES DA SILVA.


006 - FREDERICO WESTPHALEN - CONGREGAÇÃO

Presbítero PAULO RENATO PRESTES,

Diaconisa MARINÊS DA SILVA BRIZOLLA,

Diaconisa EDINARA BRIZOLLA PAES.

Pórtico de Palmeira das Missões

Pórtico de Palmeira das Missões